Casa vazia

Depois de 20 dias de ter a casa com um movimento nunca dantes experimentado, agora ela está vazia. Tive durante 3 semanas a companhia de meus pais, que vieram do Brasil para Portugal me ver e passear. Foi tudo muito divertido. Logicamente, dentro do nosso roteiro de vida algumas coisas saem do script e fica difícil de lidar com esses improvisos, mas nada que tenha tirado a nossa alegria de estarmos juntos e de aproveitar o máximo que era possível, diante das condições estabelecidas pelos últimos acontecimentos pessoais. Meu marido também, nesse período, foi convocado para fazer uma reportagem na América do Sul, o que ajudou ainda mais a aumentar o “buraco” que agora se instalou em nosso lar e em meu coração. Amanhã minhas férias acabam e a rotina volta a bater na minha porta, juntamente com o cansaço que toma conta de meu corpo, devido a inúmeros passeios a pé. É chegada a hora de “levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima”, como diz uma famosa canção brasileira. Segundo Chico Buarque (em “Pedaço de mim”), a saudade… é o pior tormento, é o revés de um parto, dói latejada como uma fisgada e é o pior castigo. Acho que ele está certíssimo.

2 pensamentos sobre “Casa vazia

  1. Saudade é fogo que arde.. vixi, estou misturando os poemas 🙂

    Que bom que as férias foram muito bem aproveitadas e a saudade fica, mas as lembranças maravilhosas amenizam tudo.

    Bom retorno! Bjs!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s