O poder das refeições

Uma das coisas que sinto muita falta do Brasil é do tira-gosto dos bares, porque aqui em Portugal ou não há, ou ainda não encontrei um bar que não tivesse apenas bebidas e sandes (sanduíches). Não me parece uma boa idéia sair à noite para apenas beber, ou beber comendo um sanduíche (um misto, por exemplo). A pessoa enche logo a barriga e vai embora para casa. Jantar… sai-se muito para jantar. O tempo de um jantar é muito curto e… também depois de saciada a fome… é hora de ir para a casa e liberar o lugar do restaurante para outros que estão na fila (os restaurantes costumam ser muito pequenos). O tira-gosto, aquilo que nos faz ficar horas sentados a conversar em um bar, é mais do que um alimento engordativo, ele proporciona momentos de lazer, de companheirismo, de conversa fiada, de descontração. Conversa-se, come-se, ri-se, bebe-se durante a noite inteira, de pouquinho em pouquinho. Sinto mesmo falta disso. Mas… cada um com sua cultura, né? E temos de respeitar.

Sentar à mesa para comer com amigos e/ou família, tem mesmo um grande poder social. Veja propaganda da Knorr com texto assinado por Lya Luft. Muito interessante.

2 pensamentos sobre “O poder das refeições

  1. Eu gosto muito desse encontro também. Acho são as poucas vezes que a gente foge da realidade de nós mesmos, e ouvimos os amigos, entramos e convivemos com outros mundos. Meu marido é do tipo português, de comer e voltar pra casa, mas eu gosto do tempo da conversa, uma bebidinha ou um café, uma boa conversa.

    Bjo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s