Feliz 2010! Se for possível…

Mais um ano terminou. Mais um ano começou. Para alguns, uma questão de datas, para outros, um novo começo. Pelas veredas de 2009, ficaram perdas, esperas, angústias, gripe, crise, desemprego, alguns risinhos aqui e acolá, desentendimentos e outras coisas que já nem valem mais a pena relembrar. Viremos-lhes as costas. Ano novo, alegrias novas, esperanças novas e até desgraças e sofrimentos novos, mesmo que sejam os mesmos. É preciso reinventar os acontecimentos, dar um novo colorido. Disseram-me que o mundo iria acabar em 2012. Essa história já se ouve há muito tempo, mas nunca nos causou medo suficiente para nos ensinar a parar de errar. Será verdade desta vez? O tempo está tão estranho, tanta destruição, tanta chuva, terremoto, mortes, secas, altas temperaturas, inundações… talvez seja a hora de encararmos com mais seriedade essas previsões. Apesar de todos esses indícios da mudança do clima e de suas violentas consequências para a vida, ainda estamos preocupados com a aprovação do casamento gay e seu abalo na “sagrada família”, com o acordo ortográfico, com a abertura do mercado de inverno no futebol e coisas “importantes” desse gênero. Acho que a humanidade enlouqueceu. Quanto mais alertas se dá para determinada coisa, mas ações contrárias se tem. No primeiro semestre de 2009, sofremos os maiores alarmes de que estariamos sob uma crescente onda de falta de dinheiro e falências no mundo todo. Chegou Dezembro. O que aconteceu? Bateram-se os records de venda, de uso de cartões de crédito e débito em muitos países da Europa na quadra natalícea. E eu pergunto: Então, o que é que se passa? Será tudo mentira? Eu pergunto isso, e o mundo inteiro também, pelos vistos. Quando é que sairemos das linhas desse livro de ficção, de terror, desse mundo em que vagamos cegos, sem destino, sem pai, sem temor a Deus, que insiste em nos ameaçar com seus cataclismos que não surtem efeitos nas mentes governamentais e destroi nossas esperanças e sonhos? Ficamos aqui, a ouvir o silêncio dos gritos dos que morreram afogados, soterrados, congelados, alcoolizados, sob o flagelo da fome, do desemprego, de regras amargas de um sistema que já não mais funciona. Apesar disso tudo, ainda consigo desejar que o ano que se inicia seja melhor, mais light para todos. Feliz 2010! E que venha mais uma Copa do Mundo de Futebol! E viva a futilidade, as compras! Que os problemas de amanhã, fiquem para amanhã!!

3 pensamentos sobre “Feliz 2010! Se for possível…

  1. Muito legal seu texto, Sandra! Realmente, urge que a humanidade aja de modo humano, pois muitos esqueceram do que existe a sua volta e só percebem a si próprios.

    Semana passada asisti ao fillme Avatar que traz uma mensagem linda de preservação da vida. Gostaria muito de ver algo de novo na mentalidade humana.

    Enquanto isso, só nos resta mesmo desejar um feliz 2010 e ansiar para que nele as pessoas acordem para o mundo, pois estão sim perdendo a chance de conservar e perpetuar o maior presente de todos: a vida!

    Bjo!!!

  2. vou me casar em portugal esse ano, ele claro é portugues e eu brasileira,nossa história…o conhecí pela net
    quero saber da doc necessária, apesar de ler os posts anteriores poe ser que tenha ocorrido alguma mudança.nascí no Rio de Janeiro e moro em SÃO LUÍS-MA ha 15 anos. O que preciso levar pra portugal pra não ter problemas qunto a documentação.ahhhh!!!!o divórcio dele sai agora em fevereiro, logo em seguida podemos nos casar ou existe um prazo???agradeço de já a resposta de quem se prontificar em me ajudar
    meu e-mail:ingridname@hotmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s